Dia internacional da mulher: filmes sobre mulheres dirigido por mulheres

No dia 8 de março é comemorado o dia internacional da mulher, é claro que não a muito a se comemorar em um país que a cada 7 minutos uma mulher é agredida, e em um mundo onde infelizmente o machismo ainda quer ter controle sobre nossa vida, nosso corpo e vozes. Mas fica a intenção de que nesse dia mais pessoas possam pensar se suas atitudes estão sendo sexistas, por que a luta pelo fim da desigualdade de gênero é diária e dura anos.

she.jpg

Como em vários outras industrias o cinema te predominância masculina principalmente se falarmos sobre os bastidores, mas isso não quer dizer que exista ótimas mulheres escrevendo, dirigindo, produzindo e trabalhando na área cinematográfica representando e abrindo espaço para que cada vez mais mulheres tenham as mesma oportunidades nesse meio.E para prestigia-las aqui vai uma lista de filmes sobre mulheres dirigido por mulheres:

As virgens suicidas

Dirigido por : Sofia Coppola

hulie.jpg

Durante a década de 70, o filme enfoca os Lisbon, uma família saudável e próspera que vive num bairro de classe média de Michigan. O sr. Lisbon (James Woods) um professor de matemática e sua esposa uma rigorosa religiosa, mãe de cinco atraentes adolescentes, que atraem a atenção dos rapazes da região. Porém, quando Cecília (Hanna R. Hall), de apenas 13 anos, comete suicídio, as relações familiares se decompõem rumo a um crescente isolamento e superproteção das demais filhas, que não podem mais ter qualquer tipo de interação social com rapazes. Mas a proibição apenas atiça ainda mais as garotas a arranjarem meios de burlar as rígidas regras de sua mãe.

 

Que horas ela volta?

Dirigido por: Anna Muylaert

hulie.jpg

A pernambucana Val (Regina Casé) se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino (Michel Joelsas) vai prestar vestibular, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.

 

Elena

Dirigido por: Petra Costa

hulie.jpg

Ao viajar para Nova York, Elena segue o sonho de se tornar atriz de cinema e deixa no Brasil uma infância vivida na clandestinidade, devido à ditadura militar implantada no país, e também a irmã mais nova, Petra, de apenas sete anos. Duas décadas depois, Petra, já atriz, embarca para Nova York atrás da irmã. Em sua busca Petra apenas tem algumas pistas, como cartas, diários e filmes caseiros. Ela acaba percorrendo os passos da irmã até encontrá-la em um lugar inesperado.

 

She is beautiful when she’s angry

Dirigido por: Mary Dore

hulie.jpg

Conta a história das mulheres que criaram o movimento feminista nos anos 1960, fazendo uma revolução em todos os âmbitos sociais

 

Frida

Dirigido por: Julie Taymor

julie.jpg

Frida Kahlo (Salma Hayek) foi um dos principais nomes da história artística do México. Conceituada e aclamada como pintora, ele teve também um casamento aberto com Diego Rivera (Alfred Molina), seu companheiro também nas artes, e ainda um controverso caso com o político Leon Trostky (Geoffrey Rush) e com várias outras mulheres

 

Espero que gostem dos filmes, um bom oito de março para todas e a luta continua.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s